sexta-feira, 6 de setembro de 2013

AQUECIMENTO - GTAV (Grand Theft Auto 5) Parte 2


Dando continuidade a nossa matéria da Franquia GTA, vamos a segunda parte, onde vamos abordar os games: GTAIII, GTA: Vice City, GTA: San Andreas, GTA Advance, GTA: Liberty City Stories e GTA: Vice City Stories.

Confira a segunda parte clicando abaixo.





Antes de começar, vou falar sobre a trilha sonora em geral nos games GTA, em todas as versões sempre tem diversas rádios que podem ser trocadas durante o gameplay, sempre com uma seleção ótima de grandes clássicos e de músicas atuais, em breve teremos uma matéria só sobre a trilha sonora de GTA na sessão "Vitrola Maluca", por isso não vou aprofundar nessa parte.

Grand Theft Auto III
GTAIII é um jogo de ação em mundo aberto desenvolvido pela DMA Design (hoje Rockstar North), e publicado pela Rockstar Games. É o primeiro game 3D da série. Foi lançado em outubro de 2001 para PlayStation 2, maio de 2002 para o Windows, novembro de 2003 para o Xbox e em novembro de 2010 para Mac OS X. Foi disponibilizado na Steam em 4 de janeiro de 2008 e na Mac App Store em 18 de agosto de 2011. O jogo foi lançado para iOS e Android em 15 de dezembro de 2011. Foi lançado para o PlayStation 3 em setembro de 2012.
GTA III é localizado em Liberty City, uma cidade metropolitana fictícia baseado em Nova York. O jogo segue a história de um criminoso chamado Claude que foi traído por sua namorada em um assalto a banco e começa a trabalhar no mundo do crime da cidade, antes de confrontá-la. GTA III é composto de elementos de jogos de corrida e tiro em terceira pessoa.
Conceito e gameplay do jogo, juntamente com o uso de um motor 3D, pela primeira vez na série, contribuíram para o Grand Theft Auto III ter recepção positiva após seu lançamento, tornou-se líder de vendas de jogos em 2011 e é citado como um marco nos games pela sua grande influência dentro da indústria, GTA III esse sucesso foi um fator significativo na série, e respectivamente na sua popularidade. De acordo com o Metacritic, GTA III e Pro Skater Tony Hawk 3 seguraram uma pontuação média de 97 (de 100), deixando ambos como os mais bem classificado do PlayStation 2.




Grand Theft Auto: Vice City
Grand Theft Auto:Vice City é um jogo de mundo aberto, de ação e aventura, desenvolvido pela Rockstar North (antiga DMA Design) no Reino Unido e publicado pela Rockstar Games. É o segundo GTA com mecânica 3D e o sexto da franquia. Foi lançado na América do Norte em 29 de outubro de 2002, para o PlayStation 2 e mais tarde foi portado para o Xbox e PC em 2003. Foi disponibilizado na Steam em 4 de janeiro de 2008, e na Mac App Store em 25 de agosto de 2011.Vice City tem muita inspiração na cultura norte-americana dos anos 80, situado em 1986, em Vice City (uma cidade fictícia baseada em Miami), a história gira em torno de Tommy Vercetti, que foi recentemente libertado da prisão. Depois de ser envolvido em uma transação de drogas que deu errado, Tommy procura os responsáveis, enquanto a constrói um império do crime para tomar o poder de outras organizações criminosas da cidade. O jogo usa uma versão melhorada do motor de GTAIII e também apresenta uma enorme paisagem urbana, totalmente preenchida com edifícios, veículos e pessoas. Como outros jogos da série, Vice City tem elementos de jogos de corrida e tiro em terceira pessoa, e apresenta uma jogabilidade de mundo aberto que dá aos jogadores mais controle sobre sua experiência de jogo e decisões. Após lançamento, Vice City se tornou o videogame mais vendido de 2002 até julho de 2006. Vice City também apareceu na revista japonesa Famitsu onde foi listado como um dos 100 jogos favoritos dos leitores, o único jogo totalmente ocidental na lista. O jogo foi mais tarde colocado com GTAIII no Xbox na compilação Grand Theft Auto: Double Pack, ambos os jogos foram mais tarde empacotados com GTA: San Andreas em Grand Theft Auto: The Trilogy. Em dezembro de 2012, a Rockstar lançou Vice City para iOS e Android como celebração do 10º aniversário do jogo.



Grand Theft Auto: San Andreas
Grand Theft Auto: San Andreas é o terceiro game em 3D e o oitavo jogo da franquia, desenvolvido pela Rockstar North, no Reino Unido e publicado pela Rockstar Games. Originalmente lançado para o PlayStation 2 em outubro de 2004, o jogo já foi lançado para o Xbox e PC em junho de 2005, na Xbox Live para o Xbox 360 em outubro de 2008, via PSN para o PlayStation 3 em Dezembro de 2012. Foi disponibilizado na Steam em 4 de janeiro de 2008, e Mac em setembro de 2011. Expandindo o tamanho do mapa do jogo em comparação aos anteriores, GTA: San Andreas é localizado no estado fictício de San Andreas (com base na Califórnia e Nevada) e suas três cidades metropolitanas: Los Santos (baseada em Los Angeles ) , San Fierro (baseada em São Francisco) e Las Venturas (baseada em Las Vegas). Situado em 1992, o jogo gira em torno de Carl "CJ" Johnson que volta para casa em Los Santos depois de saber da morte de sua mãe. CJ encontra seus velhos amigos e família em desordem, e ao longo do jogo, ele tenta restabelecer sua antiga gangue, a Grove Street Families, confronta com policiais corruptos, e desvenda gradualmente a verdade por trás do assassinato de sua mãe. O enredo é baseado em vários eventos da vida real em Los Angeles, incluindo a rivalidade entre os Bloods e Crips gangues de rua, a epidemia de crack, o escândalo Rampart LAPD (Los Angeles Police Departure), e os motins de 1992 em Los Angeles. Como outros jogos da série, GTA: San Andreas é composto de elementos de jogos de corrida e tiro em terceira pessoa, e apresenta jogabilidade de mundo aberto, no qual os jogadores podem interagir com o mundo do seu prórpio jeito. O jogo introduziu diversos elementos de jogabilidade para a série, incluindo guerras de gangues, tuning e personalização extensiva do jogador. 
Grand Theft Auto: San Andreas recebeu grande aclamação da crítica e vendeu bem em todas as plataformas para as quais foi lançado. De acordo com o site Metacritic, o jogo para o PlayStation 2 vendeu cerca de 17 milhões de cópias, é o jogo mais vendido do consolo. Em 2011, o jogo já vendeu 27,5 milhões de cópias em todo o mundo. Como outros GTA's, San Andreas foi altamente controverso por seu conteúdo violento e sexual. O jogo foi brevemente re-avaliado em 2005 pela ESRB como "Mature", depois de um jogador fazer um patch, apelidado de "Mod Hot Coffee", abriu o conteúdo sexual anteriormente escondido. Os relançamentos posteriores tiveram esse conteúdo removido e  mesmo assim manteve a classificação.





Grand Theft Auto Advance
Grand Theft Auto (normalmente referido como Grand Theft Auto Advance) é um jogo Digital Eclipse, publicado pela Rockstar Games, lançado em 26 de outubro de 2004, para o Game Boy Advance. É o primeiro a não ser desenvolvido por um estúdio Rockstar Games. O jogo é jogado a partir de uma perspectiva de cima para baixo, o ângulo de visão que foi visto nos dois primeiros jogos da série, GTA e GTA2  e é o primeiro jogo da série Grand Theft Auto que tem uma classificação de 16 PEGI e uma classificação M (recomendado para o público maduro mas que qualquer idade ainda é permitido o acesso) no Conselho de Classificação Australiano. O jogo foi lançado no mesmo dia do lançamento norte-americano de Grand Theft Auto: San Andreas. O jogo se passa em Liberty City, em 2000, a fictícia cidade que apareceu com maior destaque, em Grand Theft Auto III. Na verdade, o mais antigo anúncio deste jogo foi que seria um port de GTA III, mas em algum ponto do desenvolvimento (não se sabe exatamente quando isso ocorreu), esta idéia foi rejeitada, provavelmente devido as limitações técnicas e o tempo necessário para reconstruir a missões do jogo anterior no novo ambiente bidimensional.
O jogo realmente foi lançado com referencias a  GTA III, o layout geral das rua é o mesmo. No entanto, os locais de segredos familiares, como Rampages, pacotes escondidos e rampas de salto foram mudados, para que os jogadores familiarizados com cantos e becos da cidade em GTA III tenham que explorá-los de novo no GTA Advance. Três ilhas da cidade foram visivelmente alteradas em sua conversão e elementos impossíveis de interpretar uma perspectiva top-view, então não há mais qualquer superfícies inclinadas, e os túneis e sistema de trem foram removidos. O jogo tem uma história totalmente nova. O protagonista já não é Claude, mas um novo personagem chamado Mike.






Grand Theft Auto: Liberty City Stories
Grand Theft Auto: Liberty City Stories é um jogo de ação e aventura em mundo aberto, desenvolvido pela Rockstar North e Rockstar Leeds para o PSP. É o nono jogo na série GTA. Foi publicado e distribuído pela Capcom para o lançamento japonês. Foi lançado na PSN em 2 de abril de 2013 que pode ser jogado no PSP e PsVita.
Liberty City Stories é muito semelhante ao Grand Theft Auto III, ao mesmo tempo que incorpora elementos encontrados nos sucessores de GTA III, como ambientes mais fechados, mudanças de roupas e motocicletas, o jogador tem mais facilidade de mover a câmera para melhor visualização do ambiente (GTA III é limitado nesse quesito). Você não é capaz de escalar e de nadar (cair na água é fatal neste jogo). A área de jogo em geral, uma vez que se baseia no layout original de Liberty City, é consideravelmente menor do que a de San Andreas.
O jogo se passa em Liberty City (a mesma cidade em destaque em GTAIII ). Estamos em 1998, três anos antes dos eventos de GTA III, ambos os jogos compartilham um plano comum e apresentam muitos dos mesmos locais. Existem diferenças significativas no layout e edifícios entre as duas versões de Liberty City, por exemplo, a Ponte Callahan está em construção e Fort Staunton tem um próspero bairro italiano (Little Italy) que foi substituído por um canteiro de obras na época do GTA III (foi destruída por Toni em uma missão).
Toni Cipriani está de volta na cidade depois de ficar sumido por vários anos, depois de ter matado um homem como um favor para Don Salvatore Leone. O Salvatore grato coloca ele de volta ao trabalho. Durante a campanha de GTA: Liberty City Stories, o jogador pode aceitar uma variedade de missões de muitas pessoas, inclusive Salvatore, a esposa de Salvatore Maria, JD O'Toole, Vincenzo "Vinnie" Cilli, e até mesmo da própria mãe de Toni. Os jogadores também podem aceitar missões dos "Avenging Angels", ganhando veículos especiais e recompensas guarda-roupa.
Liberty City Stories tem um multiplayer mode, para até seis jogadores através do modo WiFi (mesma área no PSP). O jogo apresenta sete modos de jogos multiplayer, em que vários pedestres e modelos de personagens do modo single player são avatares. Rockstar decidiu não incluir estes modos na versão PlayStation 2.





Grand Theft Auto: Vice City Stories
Grand Theft Auto: Vice City Stories é um jogo de ação e aventura de mundo aberto, desenvolvido pela Rockstar Leeds em associação com a Rockstar North, no Reino Unido. Foi publicado pela Rockstar Games para a PSP no final de 2006, para o PlayStation 2 em março 2007. GTA:  Vice City Stories é o último jogo para o PS2 e o segundo jogo para a PSP. Foi lançado na PSN no dia 2 de abril de 2013 que pode ser jogado no PSP e PsVita.
A jogabilidade a mecânica do game é a mesma de outros GTA's 3D, porém nesse podemos nadar.
Além das missões principais o jogador também pode participar em uma variedade de missões opcionais. As missões secundárias tradicionais dos jogos anteriores estão incluídas, mas foram moderadamente atualizadas e melhoradas em relação aos títulos anteriores. Uma nova adição ao jogo é "Beach Patrol", no qual Victor (personagem principal) deve lidar com motociclistas na praia de buggy (batendo ou atirando para derrubá-los fora de suas motos) ou jogando coletes salva-vidas para os nadadores que se afogam ou tornando um paramédico em torno de pessoas feridas na praia.
Um dos principais elementos de jogabilidade em Vice City Stories é "a construção do império". Novo para a série GTA, ele toma emprestado algumas idéias de Vice City (propriedades) e San Andreas (as guerras de gangues). A fim de ganhar dinheiro, o jogador deve abrir e operar vários negócios tomado de gangues inimigas, estes podem variar de esquemas de proteção para bordéis ou postos de contrabando.
Para Vice City Stories, o sistema de combate foi reformulado para caracterizar mais profundidade do que nunca. O mecanismo de focalização tem sido ajustado para "alvo inteligente", facilitando ao confrontar inimigos evitando matar civis. As maiores mudanças dizem respeito ao sistema de combate corpo-a-corpo, como os jogadores podem agora executar movimentos de luta e ficar em cima dos inimigos caídos no chão.
Os jogadores são capazes de subornar funcionários do hospital quando morto, ou policiais quando preso, a fim de reduzir seu nível de procurado, e manter as armas que normalmente teriam sido perdidas.
Melhorias para os gráficos em comparação com GTA: Liberty City Stories incluem novas animações, tempos de carregamento mais rápidos, reduções de aglomeração de pedestres e veículos, explosões mais complexas e aumentos na densidade de objetos, veículos e NPCs .
Como o antecessor, a versão PSP de Vice City Stories apresenta um multiplayer mode, para até 6 jogadores através do modo WiFi (local). O jogo apresenta 10 diferentes modos de jogos multiplayer, que incorporam o uso de automóveis, aeronaves e veículos aquáticos. Vários pedestres e modelos de personagens do modo single player estão disponíveis como avatares. Rockstar decidiu não incluir esses modos na versão PS2 novamente.


Bom chegamos ao fim da segunda parte, a próxima e última parte contará com os games mais atuais da série.